95 MANEIRAS DE CAIR COM A MOTO

1 Colocar seu pé num buraco quando estiver parando.

2 Colocar seu pé em algo escorregadio quando estiver parando.

3 Travar a roda dianteira durante uma frenagem com muito entusiasmo.

4 Errar o trilho e escorregar na grama da garagem.

5 Não colocar o apoio lateral ao abandonar a moto.

6 Estar parado e iniciar uma curva no cascalho ou areia, acelerando muito.

7 Não colocar uma placa embaixo do apoio lateral, sobre asfalto num dia quente.

8 Deixar pessoas muito entusiasmadas subirem na sua moto, sendo que é a primeira vez delas.

9 Esquecer que a moto estava engrenada ao sentar o pé no kick starter.

10 Acelerar, soltar a embreagem, colocar os pés nos apoios quando o sinal abre, mas a moto estar em neutro.

11 Não apoiar os pés no chão quando o sinal fecha.

12 Perder o equilíbrio ao tentar subir a moto no apoio central.

13 Pilotar por uma hora, sem luvas, com 5' C, parar num sinal, e soltar a embreagem de soco porque você não sente suas mãos.

14 Ao parar no pedágio, colocar seu pé na faixa de graxa que se acumula ali no chão, quando os carros param.

15 Usar muita potência quando você está saindo do pedágio cheio de graxa.

16 Ignorar a areia que se acumula nas ruas, um dia depois de uma enchente.

17 Sentar o pé com força no apoio lateral, sem ver que ele bateu e voltou.

18 Descer da moto com o motor ligado, sem ver que a moto estava engrenada.

19 Tentar ligar sua primeira moto com o kick start, diversas vezes até ficar com raiva, sem perceber que estava com o corta corrente desligado, e engatar a argola da bota na alavanca do kick starter.

20 Dar a partida na sua moto nova, arrancar com potência e perceber que você não havia tirado a trava da direção.

21 Na mesma moto parar para descer, sem se dar conta que a alavanca do kick start ficou presa dentro da sua calça.

22 Sua calça ou bota engatar na alavanca de marchas com o motor ligado, e botar a moto em primeira, quando você estava tentando recolher o apoio lateral.

23 Num sinal vermelho, ficar acelerando que nem um idiota, pensando que está em neutro, e soltar a embreagem por descuido.

24 O seu irmão gordo que está na garupa se inclina demais para um dos lados, para olhar alguma coisa no asfalto, parados num sinal.

25 A esposa prende o pé num dos alforjes, ao subir na moto antes de você.

26 Pneus carecas, e um chuvisco leve sobre chão de granito.

27 Olhar para a areia na rampa de saída da estrada, em vez de olhar para a curva.

28 Nem você nem seu pai olharem, enquanto ele dá ré com a caminhonete e bate na sua moto.

29 Tentar colocar a moto no apoio central, descobrindo que seus joelhos estão fracos da viagem.

30 Estacionar atrás da minivan do amigo, pensando "com certeza eles vão ver, ainda mais que são 5 dentro do carro".

31 Depois de abastecer, segurando a moto nivelada para poder encher mais, ir ao banheiro e não se dar conta que era você quem estava apoiando a moto e não o suporte central.

32 Prender o cadarço na alavanca de marchas.

33 Sentar o pé no kick start duma moto antiga, e ela dar um kick back.

34 Ficar furioso porque deixou a moto cair para o lado, levantá-la vigorosamente só para ela cair para o outro lado.

35 Tirar a moto do apoio central, sem ver que o apoio lateral também estava abaixado.

36 Entrar na grama molhada com pneus de corrida.

37 Entrar no asfalto molhado com pneus de lama.

38 "Pensar" que o apoio lateral estava abaixado quando ele não estava.

39 O apoio lateral lentamente afundar em solo macio.

40 O apoio lateral lentamente afundar em asfalto quente.

41 Dar ré perpendicular a uma lomba, apoiar-se no pé de baixo numa moto grande com assento alto.

42 Tirar a moto sozinho, de ré, de cima de uma pickup. Por cima de uma tábua.

43 Perder o equilíbrio quando faz uma parada, por causa de fadiga da longa viagem. O vento e o som do motor induzem à uma vertigem inesperada.

44 Pilotar além dos seus limites, tentando acompanhar alguém que provavelmente também está passando dos limites dele.

45 Não prestar atenção no que está fazendo. Se distrair pensando que a esposa/namorada engordou enquanto pilota.

46 Pensar que todas as estradas molhadas são iguais. Elas ficam muito mais escorregadias no início da chuva, até que o óleo e poeira sejam lavados.

47 Imaginar que a situação depois da curva fechada está do mesmo jeito que ontem. Em vez disso você acha galhos/areia/animais mortos/cascalho/lixo/buraco/óleo.

48 Chegar muito rápido numa curva e ter que freiar em cima da hora.

49 Sair sem todo o equipamento de proteção para trilhas só desta vez, mas desta vez não deu, e cair de um barranco.

50 Usar potência demais na primeira curva, após ter colocado pneus novos.

51 Ser muito baixo para a moto que está usando, e parar num sinal.

52 Seu passageiro pula na moto antes que você esteja preparado.

53 Empurrar a moto para a garagem, e deixar ela se inclinar um pouco demais para o lado. Ela cai, puxando você por cima dela.

54 Mexer na roda dianteira quando a moto está no apoio central.

55 Estacionar apontando lomba-abaixo, sem colocar em primeira.

56 Estacionar com o apoio lateral lomba-acima, e o apoio é comprido demais.

57 Deixar que um amigo pilote sua moto, e ele não tem experiência ou muito pouco de vários anos atrás. (ele vai perder o controle, bater de frente no objeto mais próximo, ou cair da moto freiando de soco)

58 Estacionando no supermercado, escorregar num Toddynho derramado.

59 Sentar na sua moto parada, na sua garagem inclinada, e conversar com uma guria muito bonita, esquecendo do mundo e notar que está perto demais do chão para parar.

60 lubrificar a corrente com óleo demais, derramar um pouco no pneu, e fazer uma curva fechada para fora da garagem.

61 Estacionar a moto com o apoio lateral em cima de um calço, de modo que a moto fique vertical, e ter um vazamento no pneu traseiro que faz a moto tombar.

62 Cobrir a moto com uma lona, e deixar o vento derrubá-la.

63 Desaparafusar coisas demais da traseira, até que a moto caia do suporte.

64 Ter um apoio central corroído internamente se quebrando, ao tentar colocar a moto sobre este.

65 Deixar sua esposa pilotar a moto, e o motor morrer lomba acima a 45 graus com a lomba.

66 Ao fazer a moto pegar no tranco, sentar de lado no banco com vigor excessivo.

67 Fazer a moto pegar no tranco, correndo do lado dela, e descobrir que você estava acelerando demais o motor.

68 Levar sua esposa para um passeio, com a primeira moto em mais de 20 anos, e fazer uma curva lenta, fechada em cima de cascalho.

69 Montar na moto com calças muito apertadas.

70 Rodar distâncias curtas montado de lado no assento.

71 Tentar pilotar com álcool no sangue.

72 Se abaixar para pegar óculos/chaves/luvas que caíram no chão.

73 Prestar atenção demais no medidor de inclinação da sua Valkyrie.

74 Arrancar do lado de um morro coberto de humus, que escorrega mais que sabão.

75 O motor morrer quando você está inclinado, tentando fazer uma curva lenta e fechada no estacionamento.

76 Esquecer de remover a trava do freio dianteiro e arrancar com pressa. Também quebra o freio.

77 Pegar no sono.

78 Pedir ajuda ao vizinho para colocar uma 750 em cima de um caminhão, por uma rampa. Com 2/3 do caminho já feitos, ele entra em pânico e a moto cai.

79 Tentar tirar uma abelha de dentro da jaqueta, montado na moto.

80 Arrancar rápido para fazer uma curva fechada, se inclinar em antecipação e o motor morrer porque não tinha se aquecido.

81 Se esquecer de por óleo depois de uma troca de óleo. E ficar se perguntando porque a luz de baixa pressão do óleo não apaga.

82 Após um conserto de freios, esquecer de bombear os mesmos, e se perguntar porque está sem freios ao se aproximar de um cruzamento.

83 Um portão automático fechar em cima de você quando você está passando.

84 Passar numa faixa de areia oculta após uma curva.

85 Ao arrancar, o passageiro olhar para cima. "Olha que avião legal!"

86 Empinar a moto para se exibir para uma guria, empinar demais, quase fazer um looping, freiar com tudo na traseira para compensar, e desmaiar uma quadra depois por falta de sangue no cérebro.

87 Pensar que a poça de líquido no posto de gasolina é água, quando na verdade é uma poça de óleo derramado.

88 No seu terceiro passeio com sua primeira moto. Parar num sinal vermelho. Quando o sinal fica verde, você tem que arrancar lomba acima e virar para a direita ao mesmo tempo.

89 Deixar seu amigo andar com sua moto.

90 E se você é mesmo um idiota, deixar ele andar de novo.

91 Entrar numa rua movimentada, fazer uma curva e só depois lembrar que esta rua tem trilhos de bonde.

92 Dar uma festa na sua casa e transar com uma guria que você conheceu na festa, na sua garagem encima da moto enquanto extremamente bêbado.

93 Saltar por cima de uma cerca com uma moto de cross, usando uma rampa. E na hora de descer, você se dá conta que não sabe aterrissar.

94 Ter uma BMW com o apoio lateral linkado com a alavanca da embreagem, então quando você aciona a alavanca o apoio lateral se recolhe. E você não queria isto.

95 Ao ir para casa depois de comprar sua moto nova em folha, entrar numa estrada de terra e descobrir que ela está em obras, e o seu pneu dianteiro está escorregando na lama solta, porque agora está chovendo. E quando você levanta a moto percebe que uma pedra amassou o tanque de combustível.

4 comentários:

Anônimo disse...

boa tarde,gostei dessas dicas,algumas sao bem engraçadas

Debora disse...

muito bom, mas se são histórias verídicas de uma mesma pessoa, essa deveria reavaliar algumas escolhas. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

David Mendes da Silva disse...

e faltou a maneira que eu cai, Frear sem voltar o acelerador em uma curva KKK gastei 400$ mas graças a deus nao morri

Klebson Guerra disse...

Muito legal. Só acho que eu não compraria uma moto sua. RSRSRS

Postagem em destaque

CAPACETE NO TANQUE? NC 750X - crossover

no Brasil R$ 28.990  Na crossover NC 750X, a Honda não apenas aprimorou o conjunto, mas também procurou potencializar as principais carac...