3.11.07

DIAGNÓSTICO DE DEFEITOS - MOTOR

Diagnóstico de Defeitos
MOTOR
O que Quem Por quê
Nível de óleo baixo. 4T Consumo normal de óleo.
Vazamentos.
Anéis do pistão gastos ou instalados incorretamente.
Guia da válvula ou retentor de óleo gasto.
4T cárter seco Todos acima +
Bomba de óleo gasta ou danificada.
Óleo contaminado com água. (aparência leitosa) refrigerados a líquido Retentor mecânico da bomba de água vazando.
Junta do cabeçote queimada.
Vazamentos na carcaça do motor.
Agua penetrando no carter durante lavagem ou travessia de rios profundos.
refrigerados a ar Agua penetrando no carter durante lavagem ou travessia de rios profundos.
Pressão de óleo baixa. 4T Orifícios de óleo obstruídos.
Uso de óleo incorreto.
4T com interruptor da pressão de óleo Válvula de alívio da pressão aberta.
Tela do filtro de óleo obstruída.
Bomba de óleo gasta ou danificada.
Vazamentos internos.
Uso de óleo incorreto.
Nível de óleo baixo.
Não há pressão de óleo 4T Nível de óleo muito baixo.
Corrente da bomba de óleo ou engrenagem motora quebrada.
Bomba ou seu eixo danificado.
Vazamentos internos.
Pressão de óleo alta. 4T com interruptor da pressão de óleo Válvula de alívio da pressão travada.
Filtro de óleo / galerias obstruído.
Uso de óleo incorreto.
Excesso de fumaça e/ou carvão na vela de ignição. Vela "queimada". 2T com lubrificação automática. Bomba de óleo defeituosa.
+ todos abaixo.
2T com lubrificação pré mistura. Mistura (ar-combustível) inadequada para altura, temperatura e condições de uso.
Mistura inadequada de combustível-óleo.
Mistura de combustível-óleo muito antiga: evaporação/deteriorização da gasolina.
Óleo de motor de baixa qualidade.
Uso exessivo de baixas rotações.
Uso exessivo do afogador.
Motor travado ou superaquecimento 2T com lubrificação automática. Falta de óleo no tanque ou tubulação obstruída.
Ar na tubulação de óleo.
Bomba de óleo defeituosa.
Respiro do tanque de óleo obstruído.
2T com lubrificação pré mistura. Mistura (ar-combustível) inadequada para altura, temperatura e condições de uso.
Mistura inadequada de combustível-óleo.
Mistura de combustível-óleo muito antiga: oxidação do lubrificante.
Lubrificante de má qualidade.
Superaquecimento. Todas. Nível de óleo incorreto.
Vela incorreta.
Freio agarrando.
Exesso de carbonização.
Mistura pobre.
Refrigeração líquida. Medidor de temperatura defeituoso.
Termostato travado fechado.
Tampa do radiador com defeito.
Nível baixo do líquido de arrefecimento.
Passagens obstruídas no radiador.
Radiador sujo impedindo o fluxo de ar.
Ventoinha do sistema inoperante.
Defeito na bomba de água.
Temperatura do motor muito baixa. Refrigeração líquida. Medidor de temperatura defeituoso.
Termostato travado na posição aberta.
Ventoinha não desliga.
Vazamento do líquido de refrigeração. Refrigeração líquida. Selo mecânico defeituoso.
Anéis de vedação deteriorados.
Juntas (principalmente cabeçote) deterioradas.
Mangueiras soltas ou deterioradas.
Tampa do radiador defeituosa.
Rendimento baixo. Todas Escapamento/ ponteira amassado/carbonizado.
Vazamentos no escapamento.
Motor gasto.
Sistema de ignição defeituoso.
Superaquecimento.
Compressão baixa.
Válvula de escape travada. (2T)
As rodas não giram liveremente.
Embreagem patinando.
Filtro de ar obstruido.
Carburador entupido.
O motor não pega. Todas Filtro ou tubo de combustível obstruído.
Válvula da bóia presa.
Nível da bóia incorreto.
Respiro do tanque de combustível obstruído.
Defeito na bomba de combustível.
Filtro de ar obstruído.
Entrada de ar falsa pelo coletor. de admissão.
Circuito da marcha lenta ou afogador obstruído.
Válvulas de palheta (2T) defeituosas.
Descompressor desregulado.
Sistema de ignição defeituoso.
Combustível contaminado.
Sistema de ignição defeituoso. Não há faísca. Todas Vela de ignição defeituosa/suja.
Cabo de vela quebrado ou em curto.
CDI defeituoso.
Engine Stop em curto.
Bobina de pulso defeituosa.
Fiação solta ou em curto.
O motor não pega depois da lavagem ou depois de atravessar rios. Todas Água penetrou no:
magneto, filtro de ar, cachimbo da vela, botão do engine stop, conexões elétricas.
Mistura pobre. Todas Giclês de combustível obstruídos.
Válvula da bóia defeituosa.
Nível da bóia muito baixo.
Filtro ou tubo de combustível obstruído.
Defeito na bomba de combustível.
Entrada de ar falsa pelo coletor. de admissão.
Mistura rica Todas Afogador acionado.
Válvula da bóia defeituosa.
Nível da bóia muito alto.
Giclês de ar obstruídos.
Filtro de ar obstruído.
Marcha lenta irregular Todas Compressão baixa.
Descompressor desregulado.
Sistema de combustível desregulado.
Vela úmida 4T Carburador afogado.
Válvula de aceleração aberta.
Válvula do agogador aberta.
Filtro de ar sujo.
Falhas, perda de potência, partida difícil... Todas Obstrução nos dutos de combustível.
Sistema de ignição defeituoso.
Mistura de combustível muito pobre ou rica.
Combustível contaminado ou muito velho.
Entrada falsa de ar no coletor de admissão.
Marcha lenta incorreta.
Parafuso da mistura ou do ar desajustado.
Nível da bóia incorreto.
Circuito da marcha lenta ou afogador obstruído.
Filtro de ar obstruído.
Respiro do tanque de combustível obstruído.
Válvulas de palheta (2T) defeituosas.
Compressão baixa ou irregular. Todas Vazamentos na junta do cabeçote.
Cabeçote empenado ou trincado.
Anéis do pistão gastos, presos ou danificados.
Cilindro ou pistão gasto.
4T Folga das válvulas incorretas.
Válvulas empenadas, queimadas ou presas.
Assento da válvula gasto.
Mola da válvula quebrada.
Ajuste incorreto do descompressor.
2T Válvula de palheta danificada.
Retentor do virabrequim danificado.
Carter ou junta da base do cilindro danificado.
Compressão excessivamente alta. Todas Acúmulo de carvão no pistão ou câmara de combustão.
Fumaça branca excessiva. 4T Desgaste na haste ou guia da válvula.
Retentor da haste da válvula danificado.
Fumaça azul excessiva. 4T Anéis do pistão gastos, presos ou danificados.
Cilindro ou pistão gasto.
Anéis de pistão alinhados.
Fumaça preta excessiva. 4T Mistura rica
Embreagem dura. Todas Mecanismo de acionamento da embreagem danificado.
Rolamento da placa de acionamento defeituoso.
Cabo Cabo da embreagem danificado ou sujo.
Hidráulico Pistão do cilindro servo preso.
Sistema hidráulico obstruído.
A embreagem não desacopla. (a moto anda com a embreagem acionada) Todas Folga excessiva na alavanca de embreagem.
Placa da embreagem empenada.
Contra-porca da embreagem solta.
Viscosidade do óleo imprópria.
Campana gasta (com dentes)
Hidráulico Nível de fluido muito baixo.
Ar no sistema.
Sistema hidráulico obstruído ou com vazamentos.
A embreagem patina. Todas Braço de acionamento da embreagem preso.
Discos da embreagem gastos.
Molas da embreagem fracas.
Não há folga na alavanca da embreagem.
Nível de óleo baixo.
Viscosidade incorreta. (óleo fino)
Hidráulico Sistema hidráulico obstruído.
Dificuldade para mudança de marchas. Todas Funcionamento inadequado da embreagem.
Garfos seletores de marcha empenados.
Eixos dos garfos seletores empenados.
Ranhuras do excêntrico do tambor seletor danificadas.
Eixo seletor de marcha empenado.
Pedal de marcha em posição inadequada.
Cabo de embreagem agarrando.
Óleo do motor acima do máximo.
Óleo do motor degradado/viscosidade incorreta.
As marchas escapam. Todas Dentes das engrenagens gastos.
Eixo seletor de marcha empenado.
Posicionador do tambor seletor gasto.
Garfos seletores de marcha gastos ou empenados.
Mola de retorno do seletor quebrada.
Pedal de partida dá retrocesso. (coice) ou a moto anda para trás. Todas Defeito no sistema de ignição (ponto adiantado)
Chaveta do magneto partida.
Vibração anormal. Todas Suportes do motor danificados.
Trincas no chassi.
Problemas no motor.


4 comentários:

adilson disse...

minha moto bis 2000 solta um pouco de fumaça. troquei o oleo e ainda assim solta um pouco de fumaça branca ou azul sem cheiro de oleo queimado. oque sera

adilson disse...

gostei muito dessa pagina.

jobielson disse...

eu tenho uma suzuki yes 125 ela tem uma espese de uma borra preta no cano do escapamento, isso e normal

Lucas Jung disse...

minha YBR vive estourando rolamento do cabeçote por que será que isso acontece?

Lista de Postagens